Press "Enter" to skip to content

Patriarca de Alexandria sobre as enchentes na Grécia: “A nossa pátria, a Grécia, está em nosso coração”

Na comunidade grega do Cairo, na Igreja dos Santos Constantino e Helena , o Patriarca Teodoro de Alexandria e de toda a África celebrou a Festa da Exaltação da Santa Cruz. Elevando a Cruz com suas próprias mãos, reascendeu esperança nos corações de todas as pessoas presentes.

“Meus abençoados filhos, no dia da Exaltação da Santa Cruz, celebro a Divina Liturgia aqui na Igreja dos Santos Constantino e Helena. Ontem pensei, meus filhos, que esta Santa Cruz estava localizada entre São Constantino e Santa Helena . É portanto óbvio que tudo acontece pela Graça de Deus e isto me dá o desejo de estar entre vocês para realizar esta bela cerimônia da Exaltação da Santa Cruz. Dentro desta Cruz há um pedaço do Santo Madeira do Calvário. Os cristãos gregos me deram em Odessa. Um padre ali fez esta Cruz e nela colocou esta preciosa relíquia. Então doei esta cruz ao Cairo, pois temos outro pedaço do Santo Madeira em Alexandria.”

O Patriarca referiu-se então à Grécia:

“Nosso coração está triste por nossa pátria, a Grécia, porque os incêndios florestais a atormentaram e causaram desastres naturais tão terríveis. Meus olhos choram e meu coração se comove quando vejo milhares de pessoas na lama que permanecerão desabrigadas durante o inverno. Além disso, centenas de caixões, meus filhos, chegaram aqui ao Egipto, vindos da nossa vizinha Líbia, transportando egípcios que se afogaram nas águas turbulentas do desastre natural. Mas tudo isso, meus filhos, não é castigo, porque Deus não pune. São sinais que nos lembram que quando não respeitamos a criação de Deus, a própria Natureza se volta contra nós. Lamentamos os mortos na nossa terra natal, a Grécia: em Trikala, em Larissa, na planície da Tessália, que outrora alimentou toda a Grécia.”

O Patriarca levantou então a questão séria que certamente nos assombra a todos; nossa inércia.

“Quantas conferências ainda, meus filhos, precisam ser realizadas sobre estas mudanças climáticas até que sejam tomadas medidas para nos impedir de humilhar a natureza?”

Perguntou o Patriarca. e, finalmente, referiu-se à sua visita à ilha de Creta. A Santa Arquidiocese de Creta e toda a ilha, sua terra natal, homenagearam e celebraram com ele o 50º aniversário do seu ministério pastoral no domingo, 13 de agosto, no Santo Mosteiro da Dormição de Theotokos em Agarathos .

Com informações e fotos de:OrthodoxTimes

Compartilhar

Be First to Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *