Press "Enter" to skip to content

Grécia e Vaticano concordam com «doação» de pedaços do Parthenon

7 de março de 2023 – O Vaticano e a Grécia finalizaram um acordo na terça-feira para a devolução de três fragmentos escultóricos do Partenon que permaneceram na coleção dos Museus do Vaticano por dois séculos, no caso mais recente em que um museu ocidental cedeu às exigências de restituição.

O Vaticano descreveu a transferência como uma «doação» ecumênica ao Arcebispo de Atenas e a toda a Grécia, não necessariamente uma transferência entre estados. No entanto, o processo aumenta a pressão sobre o Museu Britânico para concluir um acordo com a Grécia sobre o destino de sua coleção muito maior de esculturas do Partenon.

O chefe do Estado da Cidade do Vaticano, cardeal Fernando Vergez, assinou um acordo para implementar a «doação» durante uma cerimônia privada nos Museus do Vaticano com a ministra da Cultura da Grécia, Lina Mendoni, e um representante do Arcebispo ortodoxo de Atenas e Grécia, S. Beatitude Jerônimo II. O enviado, padre Emmanuel Papamikroulis, disse à Associated Press que a Igreja Ortodoxa Grega e o Arcebispo estavam gratos ao Papa Francisco pelo acordo.

«Chegou em um momento difícil para o nosso país e espero que isso proporcione uma sensação de orgulho e felicidade. Espero que esta iniciativa seja seguida por outras».

Disse ele em entrevista por telefone do Vaticano, onde fazia um tour pelos jardins após a cerimônia de assinatura.

«Esta iniciativa ajuda a curar as feridas do passado e mostra que quando os líderes cristãos trabalham juntos, eles podem resolver problemas de maneira prática», acrescentou Papamikroulis.

Os fragmentos devem chegar a Atenas neste mês e uma cerimônia está marcada para 24 de março para recebê-los.

O Museu Britânico rejeitou por décadas os pedidos da Grécia para devolver sua extensa coleção de esculturas do Partenon, que tem sido uma peça central do museu desde 1816. No entanto, o presidente do museu disse este mês que a Grã-Bretanha e a Grécia estavam trabalhando em um acordo que permitiria os Mármores do Partenon serão exibidos em Londres e Atenas. As esculturas do século V a.C. são em sua maioria remanescentes do friso de 160 metros que percorria a fachada externa do templo na Acrópole, dedicado a Atena, deusa da sabedoria. Grande parte do friso do templo e outras decorações esculturais foram perdidas em um bombardeio no século 17, e quase metade do que restou foi levado pelo diplomata britânico Lord Elgin no século 19. — Gatopoulos contribuiu para este relatório de Atenas.

Compartilhar

Be First to Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *