«E procurava ver Jesus»

Escreve São João: «Anunciamos-vos a vida eterna, que estava junto do Pai e que se manifestou a nós; o que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos» (1Jo 1,2-3). Ouvi bem: «Anunciamos-vos o que vimos e ouvimos». Eles viram o próprio Senhor presente em carne, ouviram da boca do Senhor as suas palavras e as anunciaram a nós. E nós ouvimos, seguramente, mas não vimos. Seremos então menos felizes que os que viram e ouviram? Então, por que motivo acrescenta São João estas palavras: «Anunciamo-la também a vós, para que também estejais em comunhão conosco». Eles viram, mas nós não, e no entanto estamos em comunhão com eles, porque temos a mesma fé.

Ao discípulo que Lhe pediu para tocar a fim de crer […] o Senhor disse, para nos consolar, a nós que não podemos tocar-Lhe, mas podemos alcançar a Cristo pela fé: «Felizes os que creem sem terem visto!» (Jo 20,29). É de nós que Ele fala, é a nós que Ele designa. Que se cumpra então em nós esta bem-aventurança prometida pelo Senhor! Acreditemos com todas as nossas forças naquilo que não vemos; os que viram o anunciam, para que estejamos em comunhão com eles e tenhamos a «plenitude da alegria» (v. 4).


Santo Agostinho de Hipona (norte de África) (354-430)
Sermões sobre a I Carta de São João, I, 3
Fonte: Evangelho Cotidiano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *