O Espírito de Deus reza em ti

Para poderes rezar, precisas de Deus, pois é Ele que concede a oração àquele que reza. Invoca-O dizendo: Santificado seja o vosso nome; venha o vosso Reino, ou seja, o Espírito Santo e o teu Filho único, pois foi isto que Ele nos ensinou quando nos mandou adorar o Pai em espírito e em verdade (cf Jo 4,24).

Quem reza em espírito e em verdade já não glorifica o Criador a partir das criaturas, mas louva a Deus a partir do próprio Deus. […] O Espírito Santo, compadecido da nossa fraqueza, visita-nos mesmo que ainda não estejamos purificados; desde que encontre a nossa inteligência a rezar com sinceridade, acede a ela e dissipa por completo a falange dos raciocínios e dos pensamentos que a assaltam, abrindo a porta ao amor pela oração espiritual. […]

Como sabes, os santos anjos levam-nos a rezar e colocam-se ao nosso lado quando oramos, jubilosos e rezando por nós. Por isso, quando somos negligentes e acolhemos pensamentos estranhos, irritamo-los profundamente, uma vez que, estando eles a lutar por nós, nós próprios nem sequer suplicamos a Deus que nos ajude; desprezando os serviços dos anjos, abandonamos a Deus, seu Senhor.

Reza como deves e sem perturbação; salmodia com atenção e harmonia, e serás como uma águia planando nas alturas.

Evágrio do Ponto (345-399)
Capítulos sobre a oração nos. 59, 60, 63, 81 e 82, erradamente atribuídos a Nilo, o Asceta
Fonte: Evangelho Cotidiano

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *