HOMILIAS

Pelo Arcebispo IOSIF, Metropolitano de Buenos Aires, Primaz e Exarca da América do Sul – Patriarcado Ecumênico.

No domingo após a Natividade, a Igreja celebra – entre outros grandes santos, Davi, o Profeta e Tiago, o Irmão do Senhor – a memória de José, o Justo, prometido de Maria. Esta tríade de santos faz necessária menção à linhagem de Jesus e, claro, ao cumprimento das profecias que anunciavam o Messias da casa de Davi.

O personagem José se identifica necessariamente com estes dias da manifestação da divina economia. Esta identificação é, ao mesmo tempo, um ocultamento de sua própria pessoa que, longe de ser um protagonista na história, se desdobra em um distante segundo ou terceiro plano, de modo que fique bem claro qual é o verdadeiro protagonista da mesma.
E quero sublinhar este ocultamento em primeiro lugar. Não só os evangelistas assim o querem para o propósito acima mencionado, mas o próprio José ao advertir e assimilar seu papel na execução da Economia Divina necessariamente se reduz e toma a dimensão que lhe corresponde acerca do «Revelado» e do que está para acontecer.

DomingoAposNatividade

Compartilhe isso:

Categories:

Tags:

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *