Numa determinada região da Frígia, brotava uma água abençoada com a força e a intercessão de São Miguel Arcanjo que curava milagrosamente todo o tipo de doença. Um cristão, tendo sua filha curada, providenciou que fosse construída uma linda igreja sobre esta fonte dedicada ao Arcanjo São Miguel. Noventa anos mais tarde, chegou a esta igreja um jovem de nome Archipos, que ali permeneceu vivendo uma uma vida monástica. Os idólatras, ao saber de sua presença naquele lugar e de sua vida cristã exemplar, ficaram tomado de muito ódio e, indo ao seu encontro, espancaram-no com furor, avançando em seguida contra a igreja determinados a destruí-la, bem como aquela abençoada fonte de água. Foi quando interveio a força do Arcanjo que, milagrosamente, imobilizou as mãos de alguns dos agressores, enquanto outros eram barrados pelas chamas do fogo. Entretanto, a teimosia e ódio dos agressores fez com que provocassem o desvio de um pequeno rio situado nas imediações para que inundasse com suas águas a igreja e afogasse o jovem Archipos. Mais uma vez, porém, o poder e a força do arcanjo se manifestou, desviando a direção das águas e livrando de qualquer dano o jovem monge e a igreja. Planejaram então os perseguidores juntar as águas de dois outros pequenos rios, mas o Arcanjo apareceu antes a Archipos e o tirou da igreja e, com um sinal da cruz, as águas foram detidas.

Tradução e publicação neste site
com permissão de
Ortodoxia.org
Trad.: Pe. André

 

Tags:

 

No comments

Be the first one to leave a comment.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager