Era natural de Antioquia e viveu na época dos apóstolos. Ainda jovem, foi com seus pais à Jerusalém e lá se batizou. Logo após a morte de seus pais, Pancrácio desejava dedicar-se de alma inteira a Cristo e à propagação de seu Evangelho. No entanto, como fazê-lo se herdara toda a riqueza de seus pais? A resposta Pancrácio encontrou nas próprias palavras do Senhor: «Se queres ser perfeito, vai, vende teus bens, dá-os aos pobres e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me!» (Mt 19:21) De fato, Pancrácio pôs em prática esta exigência: libertou os escravos, repartiu todos os bens com os pobres e, livre de todas as preocupações existenciais, dedicou-se exclusivamente à propagação da Palavra do Evangelho. Seguiu São Pedro e São Paulo em Antioquia e em Kilikίa encontrou o Apóstolo São Paulo que lhe nomeou bispo de Tabromenίu na Siscilia. São Pancrácio foi notável neste cargo, destacando-se por suas virtudes como um perfeito pastor, ensinando e servindo com amor seus fiéis. Com sua pregação, à luz do conhecimento de Deus, chamou a atenção do povo que o escutava. Muitos, convertidos à fé cristã através de suas pregações, passavam a segui-lo, inclusive o soberano do lugar, de nome Bonifácio. Fundou neste lugar um santo templo para o culto cristão. No entanto, sua notabilidade chamou a atenção dos judeus e idólatras que, movidos pela inveja de seu trabalho evangélico, mataram Pancrácio enquanto este orava por eles.

Tradução e publicação neste site com permissão de: Ortodoxia.org
Trad.: pe. André

 

Tags:

 

No comments

Be the first one to leave a comment.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager