São Flaviano morreu como conseqüência dos maus tratos que havia recebido na assembléia conciliar de Éfeso. Anatólio, que foi eleito para sucedê-lo na sede de Constantinopla, foi consagrado pelo monofisita Dióscoro de Alexandria. Santo Anatólio, que era de Alexandria, tinha se destacado durante o Concílio de Éfeso como adversário do nestorianismo. Pouco depois de sua consagração episcopal, Santo Anatólio reuniu um sínodo, em Constantinopla, no qual ratificou solenemente a carta dogmática («o Tomo»), que São Leão tinha enviado a São Flaviano, encaminhando uma cópia desta carta a cada um dos seus metropolitanos, bem como uma condenação à Nestório e Eutiques, para que as assinassem. Logo depois, comunicando-se com o Papa, de sua ortodoxia expressou seus protestos, e pediu-lhe que o confirmasse como o legítimo sucessor de Flaviano. São Leão concordou, não sem antes observar  que o fazia mais por «misericórdia do que por justiça», uma vez que ele, Anatólio, havia aceitado a consagração episcopal das mãos do herege Dióscoro No ano seguinte, no grande Concílio de Calcedônia que definiu a doutrina ortodoxa contra o monofisismo e nestorianismo, Santo Anatólio desempenhou um papel de grande importância neste Concílio, morrendo no ano 458 d.C.

Tradução e publicação neste site
com permissão de Ortodoxia.org
Trad.: Pe. André

 

Tags:

 

No comments

Be the first one to leave a comment.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager