Para a igreja Ortodoxa, a festa da «Transfiguração (Metamórphosis) de nosso grande Deus e Salvador Jesus Cristo» é uma das 12 solenidades do calendário litúrgico. Isso traduz toda a teologia da divinização do homem. A teologia oriental insiste sobre a graça incriada, participação na luz que envolveu o Cristo no Tabor, «Graça deificante, emanação do Espírito Santo que vem a iluminar a Esposa para torná-la nupcialmente conforme ao Esposo», como escreve C. Andronikov, acrescentando: «A Transfiguração, festa teleológica por excelência, nos permite aguardar a Páscoa e prever o porvir para além da parusia.»

A referida festa parece ter surgido como comemoração de dedicação das basílicas do monte Tabor. É posterior à festa da Exaltação da Cruz, da qual, no entanto, depende quanto à fixação de sua data. Com efeito, segundo uma tradição, a Transfiguração de Jesus tinha acontecido 40 dias antes da crucifixão. A solenidade tinha-se, pois, fixado no dia 6 de Agosto, isto é, 40 dias antes da Exaltação da Cruz, que é celebrada no dia 14 de Setembro. A relação entre uma e outra festa sublinha-se, igualmente, pelo fato de que no dia 6 de Agosto começam a cantar-se os hinos (catavasias) da Cruz. Neste dia é costume que os fiéis tragam frutas para a Igreja para que sejam abençoadas, como se fazia, antes, oferecendo as primícias para o Templo, conforme a lei.

Veja AQUI todo Suplemento Litúrgico para esta Festa

 

Tags: ,

 

No comments

Be the first one to leave a comment.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager