SÃO NIPHON II ocupou o Trono Patriarcal de Constantinopla por 3 vezes: a) 1486-1489. b) 1497-1498 e c) 1502.  Era natural do Peloponeso, na Grécia, e seus pais se chamavam  Manuel e Maria. Seu nome secular (vida civil) era Nicolau e, certa vez, influenciado por um certo monge Antônio, de um monastério de Epidauros, tornou-se ele também monge recebendo o nome de Niphon.  Depois da morte do seu pai espiritual  Niphon foi para o Castelo de Nardas onde conheceu um outro monge da Santa Montanha (Monte Athos), retirando-se logo depois ao Monastério da Virgem Maria em Ajrida. Quando o monge Zacarias foi eleito Arcebispo de Ajrida, Niphon foi ordenado diácono e, em seguida, sacerdote no Monastério de Dionisos. Pouco tempo depois tornou-se o Metropolita de Tessalônica e, após a morte de Simeão, foi entronizado como Patriarca Ecumênico de Constantinopla. Por duas vezes foi deposto  e enviado ao exílio, em Blajia e depois ao Monastério Dionísio em Monte Athos. Na terceira vêz, porém, tendo sido novamente chamado a ocupar o Trono Patriarcal, não mais se transferiu para Constantinopla, permanecendo no Monastério até sua morte.

Tradução e publicação neste site
com permissão da fonte:
Ortodoxia.org
Trad.: Pe. André

 

Tags:

 

No comments

Be the first one to leave a comment.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager