Santo Emiliano foi perseguido e torturado por causa de sua fé. O apóstolo São Paulo, pretendendo pôr em destaque a importância da confissão de nossa fé em Cristo, afirmou: «Temos, portanto, um grande Sumo Sacerdote que penetrou nos céus, Jesus, Filho de Deus. Conservemos firme a nossa fé» (Hb 4,14). Sim, temos um grande Αρχιερέα, que já passou pelos céus e adentrou o eterno fim aonde nos espera, Ele que não é um simples homem, mas o Filho de Deus. Assim, estejamos firmes nesta fé n’Ele, nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Um exemplo disto foi Santo Emiliano, que viveu durante o reinado do imperador iconoclasta Leão, o Armênio (813-820). Emiliano foi bispo de Cízico, sucedendo Nicolau, nos anos 787-815. Ele lutou com todas as forças que Deus lhe concedeu em defesa da veneração dos santos ícones. Convocado, juntamente com outros bispos, ao tribunal do imperador que insistia com veemência para que os bispos se abstivessem da veneração dos santos ícones, Santo Emiliano foi o primeiro a responder com toda firmeza ao  imperador, esclarecendo que a questão sobre a veneração dos santos ícones era uma questão a ser tratada e decidida no âmbito interno da Igreja, e por aqueles que se ocupam das coisas espirituais, e não por um tribunal imperial. No ano 815, Emiliano foi enviado para a prisão onde entregou sua vida como um mártir da fé ortodoxa.

Tradução e publicação neste site
com permissão de
Ortodoxia.org
Trad.: pe. André

 

Tags:

 

No comments

Be the first one to leave a comment.

Post a Comment


 
 
 

Pesquisar neste site

Web manager