25 de fevereiro de 2019 — O Patriarca Ecumênico encontrou-se com o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, e o Primeiro Ministro Grego, Alexis Tsipras, em Ancara, em 5 de fevereiro de 2019, respondendo ao convite do Presidente Turco para participar do jantar oficial em homenagem ao Primeiro Ministro da Grécia. No dia seguinte, o Primeiro-Ministro grego, Alexis Tsipras, visitou a Sacra Escola Teológica de Halki e teve uma reunião com o Patriarca Ecumênico Bartolomeu, num clima muito cordial. Sua visita, no dia 6 de fevereiro, coincidiu com a festa de São Fócio, Patriarca Constantinopla e benfeitor do Monastério da Santíssima Trindade de Halki, onde se encontra a histórica Escola Teológica do Patriarcado Ecumênico, mas que infelizmente deixou de funcionar devido à decisão de autoridades turcas.

 
 

1 comentário

  1. Leandro disse:

    Olá, bom dia, esta novela de Halki não tem razão de continuar. Ser um Estado Laico não significa ser anti-confessional. Deixe as religiões trabalhar livremente sem interferência sobre elas, inclusive no que se refere ao ensino. O Estado turco deveria demonstrar que sabe a diferença entre laicismo e anticlericalismo. É gigantesca.

Deixe uma resposta para Leandro


 
 
 

Pesquisar

Arquivos