Com profundo pesar, comunicamos o adormecimento em Cristo de nossa ilustre irmã, Sra. Déspina Spyrídes Boabaid, ocorrido na noite da última quinta-feira, 13 de junho de 2019, em sua residência, no centro de Florianópolis, SC. Seu corpo foi velado durante o dia de ontem, sexta-feira, 14 de junho, na Igreja Ortodoxa Grega de São Nicolau, onde também foram realizados os serviços religiosos fúnebres. Por volta das 16 horas, teve início o cortejo ao cemitério Jardim da Paz, onde seu corpo foi sepultado, após a conclusão dos serviços religiosos fúnebres.

A família agradece sensibilizada às mensagens e demais manifestações de conforto e carinho enviadas  até o presente momento, ao mesmo tempo em que convida para o Ofício Mnimósyno (memorial) pela passagem do 9° dia de Falecimento que será realizado após a Divina Liturgia de Domingo, 23 de Junho de 2019, às 11h00, na Igreja Ortodoxa Grega São Nicolau, situada à Rua Tenente Silveira, 494, Florianópolis-SC.

ΑΙΩΝΙΑ ΜΝΗΜΗ!
QUE SUA MEMÓRIA SEJA ETERNA!

* * *

Breve Biografia de D. Déspina

Déspina Spyrídes Boabaid

Déspina Spyrídes Boabaid fez seus estudos de primeiro e segundo graus no Colégio Coração de Jesus, em Florianópolis, onde também recebeu o diploma de normalista, “Curso de Formação de Professores”. Formada em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina, exerceu a advocacia por vários anos, em companhia de seu esposo, o advogado José Boabaid. No Rio de Janeiro, fez vários cursos de extensão e aperfeiçoamento na área de Pedagogia, Psicologia, Sociologia Educacional e Prática de Ensino, promovidos pela Associação Brasileira de Educação e pelo Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos. Militou, com devotamento, por muitos anos, no âmbito da educação, marca que transparece nos seus escritos, na prosa e na poesia. Em Joinvile, exerceu o magistério como diretora do estabelecimento de ensino Rui Barbosa, à época, Grupo Escolar e Curso Complementar modelo do Estado de SC. Naquela cidade, em parceria com um grupo de professores, fundou a ACP, Associação Cultural de Professores de Joinville. Aprovada em concurso público estadual, foi nomeada catedrática (em caráter vitalício) e lecionou Sociologia, História e Filosofia da Educação, no Instituto Estadual de Educação de Florianópolis e no Centro Educacional Estadual Pedro II da cidade de Blumenau. Desde cedo, manifestou o seu gosto pela literatura. Na poesia, firmou-se no gênero de sua preferência, que é o Soneto. Foi participante do grupo dos dez fundadores da Academia de Letras de Palhoça, criada em 13 de fevereiro de 2003, por inspiração e incentivo do então Presidente da Academia Catarinense de Letras, escritor Paschoal Apóstolo Pítsica. Ocupou a Cadeira nº 02 da Academia de Letras de Palhoça, que tem como Patrono o nome de José Boabaid, seu esposo, que foi professor, escritor, advogado e exerceu relevantes cargos políticos no Estado de Santa Catarina: Foi Presidente da Assembleia Legislativa por quatro anos consecutivos e Governador do Estado, em exercício, por aproximadamente dois anos. Num concurso de Contos de Advogados, recebeu menção honrosa com o seu conto UMA VIAGEM DE TREM, publicado no livro CONTOS DE ADVOGADOS, editado pela OAB. Publicou, em 2001, UMA FLOR, COM AMOR  livro de sonetos (linha parnasiana). O lançamento de seu último livro, MEGHÍSTI (KASTELORIZO), Ilha Grega entre três Continentes, ocorreu em setembro de 2013, em Florianópolis. A obra tem o selo da Editora Insular, e segundo o escritor Rudney Otto Pfützenreuter, “retrata, com detalhes precisos e minuciosos, os fatos ocorridos nas diversas fases de imigração dos gregos para o Brasil, bem como, descreve, com perfeição, os costumes e as transformações históricas ocorridas na terra helênica através dos tempos, em especial na ilha de Kastelórizo ou Meghísti”.

Fonte: Academia de Letras de Palhoça

 

 

 

 

 

 
 

0 comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Postar um comentário


 
 
 

Pesquisar

Arquivos