Mensagem da Conferência Permanente dos Bispos Ortodoxos Ucranianos além-fronteiras da Ucrânia por ocasião da Páscoa de 2003

♦ ♦ ♦

Aos Reverendíssimos Sacerdotes, ao Diaconato em Cristo, ao Reverendo Monacato e aos Piedosos Filhos da nossa Igreja na Ucrânia e além fronteiras:

– Cristo Ressuscitou!

– Realmente Ressuscitou!

      Ainda ontem, juntamente com os discípulos de Cristo, nós fomos testemunhas do horror e da tragédia do Gólgota, quando o Filho de Deus foi pregado na cruz! Ainda ontem, em frente ao santo Sudário, com o coração pesado nós dizíamos: “Jesus Cristo, Filho de Deus, tem piedade de nós!” E hoje, juntamente com as mulheres miróforas, nós viemos ao sepulcro do Senhor e constatamos que a pedra havia sido removida, e um enviado do céu que nela se assentava perguntou: “Por que procurais o vivo entre os mortos? Ele ressuscitou!”

      A pedra foi removida não para que Jesus pudesse sair, mas antes, para que nós pudéssemos entrar e também anunciarmos: “Cristo Ressuscitou!”; para que nós pudéssemos entrar e a nossa fé fosse renovada; para que nós pudéssemos entrar e ter a certeza de que o inimigo da vida foi vencido uma vez por todas. Vendo que o sepulcro estava vazio, deixamos de lado a preocupação do pavor e a nuvem de dúvidas, e nos revestimos da antevisão da vida eterna.

      A Ressurreição de Cristo quebrou as garras da morte, garantiu a promessa da salvação. O sepulcro vazio nos abriu a perspectiva e a realidade da imortalidade, tornou-se comprovação de que a Palavra, que tornou-se Carne e esteve entre nós, concede a cada um de nós uma parcela da Sua própria vitória. Nós, que nos “revestimos em Cristo”, acreditamos que as Suas palavras: “Lá onde eu estiver, quero que vós também estejais” – são verdadeiras.

      Hoje o mundo, esse mesmo mundo que foi santificado pela encarnação do Senhor, está tomado pelas trevas, pelos riscos da guerra, pelo sofrimento e pela desesperança. Ele precisa ouvir que a pedra foi afastada não para livrar Cristo da sepultura, mas para que cada um de nós pudesse entrar no Seu sepulcro e receber a Luz, ficar radiante de alegria com a Ressurreição de Cristo; o mundo precisa que os filhos de Deus sejam testemunhas vivas de que a vida é eterna; é preciso lembrar ao mundo que a vida tem uma finalidade – uma finalidade divina. Como sucessores de Cristo Ressuscitado, nós já não podemos procurar os vivos entre os mortos. A vida não pode ser trocada pelos bens do mundo – a riqueza, o poder ou a honra. A vida é preciosa e nós precisamos buscar a perfeição, para recebermos as alegrias que emanam do sepulcro vazio.

      Carregando à nossa frente o símbolo da veracidade da Ressurreição de Cristo, convocamos a humanidade para deixar de lado os obras das trevas, revestir-se das armas da Luz e caminhar, de cabeça erguida, na luz do dia. A vitória da Páscoa, com o auxílio da nossa vida moral e espiritual, nos abre uma nova vida em Cristo. Unidos e com um só coração, nós compartilhamos a boa nova da Ressurreição de Cristo com vocês e com os nossos irmãos na Ucrânia, os quais, não se importando com os séculos de opressão, permaneceram dedicados a Cristo e à nossa fé e seus princípios, aceitos por Valdomiro, o bem-aventurado iluminador da Ucrânia. A essa fé e a esses princípios que durante séculos foram conservados e defendidos por incontáveis assembléias de santos da Ucrânia. Que Deus misericordiosamente conceda aos nossos irmãos na Ucrânia a verdadeira unidade eclesial, que eles buscam, e que nós apoiamos. Essa unidade – é uma graça que será concedida por Deus no tempo certo. Só receberão essa graça aqueles que se prepararam para isso, buscando a perfeição, a pureza da fé e a piedade – virtudes muitas vezes esquecidas em nossos dias.

      Nós, que fomos chamados para sermos hierarcas da Noiva de Cristo – a Sua Imaculada Igreja, e sobre quem foi colocada por Cristo a difícil e santa responsabilidade de dirigir a nossa Santa Igreja Ortodoxa Ucraniana nestes tempos difíceis, quando os nossos deveres relativos ao Seu vivificante Evangelho e a nossa inflexível fidelidade ao santo cristianismo ortodoxo passam por difíceis provas, cumprimentamo-vos com a alegre saudação:

      – Cristo Ressuscitou!

      – Realmente Ressuscitou!

      Asseguramos a vós, nossos filhos espirituais, nossas orações e nosso amor, e pedimos as vossas orações:

 

†CONSTANTINO, Metropolita da Igreja Ortodoxa Ucraniana nos Estados Unidos e na Diáspora

†BASÍLIO, Metropolita da Igreja Ortodoxa Ucraniana do Canadá

†ANTÔNIO, Arcebispo da Igreja Ortodoxa Ucraniana nos Estados Unidos

†JOÃO, Arcebispo da Igreja Ortodoxa Ucraniana do Canadá

†VSEVOLOD, Arcebispo da Igreja Ortodoxa Ucraniana nos Estados Unidos

†JORGE, Bispo da Igreja Ortodoxa Ucraniana do Canadá

†JOÃO, Arcebispo da Igreja Ortodoxa Ucraniana na Diáspora

†JEREMIAS, Bispo da Igreja Ortodoxa Ucraniana na América do Sul

 
 

0 comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Postar um comentário


 
 
 

Pesquisar

Arquivos