Mensagem da Conferência Permanente dos Bispos Ortodoxos Ucranianos Além-Fronteiras da Ucrânia por ocasião do Natal de 2004

Trad.: Natalia Waszczynskyi

♦  ♦  ♦

Aos fiéis sob o nosso cuidado espiritual:

“O Único Filho Gerado de Deus, criado na eternidade do Pai sem uma mãe, nasceu numa época com uma Mãe sem um pai. Aquela primeira geração é um impenetrável mistério da Trindade Divina na Eternidade e, esse segundo nascimento, é um insondável mistério do poder e do amor de Deus pelo gênero humano no tempo. O maior mistério no tempo corresponde ao maior mistério na eternidade.”

(Bispo Nicolau no Prólogo de OCHRID)

Amados Irmãos e Irmãs em Cristo – clero e leigos – que vivem na Fé além das fronteiras da Ucrânia:

– Cristo Nasceu!

– Glorifiquemo-Lo!

É impossível para nossas simples mentes imaginar o “maior mistério na eternidade” tais como as Hostes Divinas que circundam o Trono de Deus. Podemos imaginar a beleza, alegria e paz dos seus gloriosos “hosanas”, enchendo os céus acima de nós, enquanto permanecem em oração perante o Trono. Muito de nossa rica tradição de cânticos de natal é uma tentativa de narrar o poder daquele mistério, porém inadequadamente.

O nascimento de Nosso Senhor – a encarnação é o “maior mistério dos tempos” – nos deixa perplexos diante do amor de nosso Pai Celestial por nós, ao enviar seu Único Filho Gerado para assumir nossa humanidade. A visão de Cristo-menino, nascido da Virgem e deitado numa manjedoura na gruta de Belém, é uma visão que mudou para sempre o curso da História da humanidade. “Deus está conosco …” é um hino familiar da época Natalina, e essas palavras, agora e sempre, são uma mensagem profunda da esperança humana, fervor, dignidade e beleza. Elas declaram exatamente o que nós esperamos ouvir durante esta época santa. No nascimento em Belém, a Divindade sussurra a cada coração individualmente: “Eu te amo!” E embora façamos parte de um poderoso coral de fiéis cantando com as Hostes Divinas dentro do espírito da alegria do Natal, o Senhor ouve cada um de nós, no momento em que respondemos no amor.

Em algum nível profundo de nosso ser – efeito direto de nosso Batismo e Crisma – nós compreendemos o sentido do Tropário da Natividade: “Teu Nascimento, ó Cristo Deus, fez brilhar no mundo a  Luz da Sabedoria”. Isto é evidenciado pela maneira como nossas vidas parecem mudar durante esta época, a cada ano e em todos os anos. Algo em nosso interior – através da direção do Espírito Santo – desperta novamente o amor e respeito uns pelos outros, juntamente com aqueles sentimentos de fé, esperança, dignidade e beleza. Algo nos diz que como “o maior mistério do tempo corresponde ao maior mistério na eternidade” nossas vidas também tem que corresponder à vida e aos ensinamentos de nosso Senhor. Nossa oração Arqui-pastoral sincera é para que cada um de nós escolha viver na Luz da Sabedoria durante todo o ano que se aproxima, fugindo das trevas.

Há aqueles que hoje dizem: “Lembre-se que a mágica do Natal está em seu coração”. Nós dizemos mais propriamente que o milagre do Natal está na manjedoura – na humildade do Cristo-menino – que elevou nossa humanidade acima de nossa atual nível de compreensão, tornando-se nossa única esperança de salvação. Não há “mágica” – há somente Deus, que é Amor.

Saudamos todos vós neste tempo de esperança – todos vós, confiados ao nosso cuidado espiritual e, de forma muito especial, cumprimentamos nossos irmãos e irmãs na Ucrânia, que vivem uma época de esperança sem paralelo na história da Nação Ucraniana. Nós oramos especialmente pela Orientação Divina sobre todos eles – mais especialmente sobre aqueles que eventualmente serão colocados em posições de liderança pela vontade de nosso povo que ama a Deus.

Possamos todos nós viver nossas vidas plenas daquela esperança e Luz de Sabedoria que resplandece gloriosamente, não da estrela sobre Belém, mas do Cristo-menino deitado sobre a manjedoura de nossos corações. Nós, juntamente com nossos irmãos na Ucrânia e de todo o mundo, temos que irradiar aquela luz para todos aqueles que estão ao nosso redor. Esta é nossa missão. Esta é nossa vida.

Cada um e todos vós estão em nossas orações durante esses dias santos, e pedimos para que sejamos lembrados nas suas.

– Cristo Nasceu!

– Glorifiquemo-Lo!

 

†CONSTANTINO, Metropolita da Igreja Ortodoxa Ucraniana nos Estados Unidos e na Diáspora

†BASÍLIO, Metropolita da Igreja Ortodoxa Ucraniana do Canadá

†ANTÔNIO, Arcebispo da Igreja Ortodoxa Ucraniana nos Estados Unidos

†JOÃO, Arcebispo da Igreja Ortodoxa Ucraniana do Canadá

†VSEVOLOD, Arcebispo da Igreja Ortodoxa Ucraniana nos Estados Unidos

†JORGE, Bispo da Igreja Ortodoxa Ucraniana do Canadá

†JOÃO, Arcebispo da Igreja Ortodoxa Ucraniana na Diáspora

†JEREMIAS, Bispo da Igreja Ortodoxa Ucraniana na América do Sul

 
 

0 comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Postar um comentário


 
 
 

Pesquisar

Arquivos