VATICANO, 01 Jul. 04 / 11:57 am (ACI) – O Papa João Paulo II entregou a antiga igreja romana de São Teodoro, no Palatino, ao Patriarca  Bartolomeu Ecumênico Bartolomeu I,para uso dos greco-ortodoxos na capital italiana. “Temos ainda um longo caminho pela frente, mas a via para a unidade já começou”, disse Bartolomeu I, ao presenciar, com vários prelados católicos, a entrega da igreja aos ortodoxos gregos.

Segundo o Patriarca, este gesto do Papa é uma “importante e histórica decisão”, que constitui um “ato totalmente positivo” no caminho para a unidade.

O Patriarca e o Metropolita ortodoxos para a Itália, Gennadios, tomaram posse da igreja acompanhados pelo Cardeal Camillo Ruini, Vigário de Roma e o  presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos, Cardeal Walter Kasper.

Bartolomeu I assegurou que “nós avançamos apesar das muitas dificuldades, passo a passo, através do diálogo do amor e da verdade” e reafirmou a vontade dos católicos e ortodoxos de seguir  o processo rumo à plena unidade, sem esconder as dificuldades que ainda existe

“Certamente, 950 anos de cisma e privação recíproca constituem uma realidade dolorosa, porém os grandes e inesquecíveis homens, o nosso venerado predecessor Patriarca Atenágoras por um lado, e o Papa Paulo VI, por outro lado, deram os primeiros e generosos passos de amor”, disse o Patriarca

Bartolomeu I acrescentou que “os braços estão abertos e o diálogo do amor construiu relações de mútua compreensão, e também teve início o diálogo teológico da verdade. Ocidente e Oriente se olham face a face”.

Compartilhe isso:
 
 

0 comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Postar um comentário


 
 
 

Assine Ecclesia NEWS

Mantemos seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam esse serviço possível. Veja nossa Política de Privacidade para mais informações.

Pesquisar

Arquivos