Durante sua permanência na Bélgica, S. S. Bartolomeu I, Patriarca Ecumênico, teve uma encontro privado com o Arcebispo Simon, hierarca do Patriarcado de Moscou em Bruxelas. Foi a primeira vez que o Arcebispo Simon participou de um jantar oficial em honra ao Patriarca Ecumênico, por ocasião do 50 º aniversário da criação da diocese metropolitana da Bélgica. Um grande número de personalidades compareceu ao jantar, incluindo o ministro das Relações Exteriores belga, Sr. Pieter De Crem, o representante do Palácio Real, Cardeal Jozef De Kesel, Arcebispo de Mechelen e Bruxelas, o Núncio Apostólico na Bélgica e outros Bispos católicos-romanos, embaixadores de diferentes países e muitas outras pessoas. Por sua própria iniciativa, o Arcebispo Simon encontrou-se uma segunda vez o Patriarca Ecumênico Bartolomeu na terça-feira, 12 de novembro, nas instalações da Catedral dos Santos Arcanjos em Bruxelas, a fim de expressar sua consideração para com a sua pessoa. O Arcebispo Simeon disse que havia chegado à Bélgica em 1988 e que até então havia uma excelente cooperação entre ele e o Metropolita do Trono Ecumênico. Dom Athenágoras, Bispo Metropolitano da região da Bélgica e exarca dos Países Baixos e Luxemburgo, participou dessa reunião com o Patriarca, enquanto o Arcebispo Paul Nedossekin acompanhou o Arcebispo Simon. Após a reunião, todos foram para o centro da catedral onde cantaram o tropário de Pentecostes, em grego e eslavo.


Fonte (incluindo fotografia):
Arquidiocese da Bélgica, exarcado dos Países Baixos
e Luxemburgo do Patriarcado Ecumênico

 
 

0 comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Postar um comentário


 
 
 

Pesquisar

Arquivos