A Santa Virgem Maria é chamada Mãe de Deus, em grego «Theotókos», e Ela o é verdadeiramente, pois gerou segundo a carne, o Verbo Divino. A festa de ontem celebrava um fato histórico. A de hoje é a festa da maternidade divina da Virgem.

Nosso Senhor é Verdadeiro Deus e Verdadeiro Homem, em Sua Única Pessoa foram unidas a Natureza Divina, sem mudança e a natureza humana criada em seu estado perfeito e gerada maravilhosamente por ação do Divino Espírito Santo no Seio da Virgem Maria. Por isso Maria é Mãe de Jesus da mesma forma que outras mães o são para seus filhos, e mais perfeitamente ainda. E uma vez que Jesus é verdadeiramente o Verbo de Deus, o Próprio Deus, Maria é verdadeiramente a Mãe de Deus.

É um dogma definido solenemente pelo Concílio de Éfeso em 431, mas que Isabel já havia expressado no dia da Visitação: «De onde me foi concedido que a Mãe de meu Senhor venha a mim?» (Lc 1,43).

Veja aqui a íntegra do Suplemento Litúrgico para esta festa.

Compartilhe isso:
 
 

0 comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Postar um comentário


 
 
 

Assine Ecclesia NEWS

Mantemos seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam esse serviço possível. Veja nossa Política de Privacidade para mais informações.

Pesquisar

Arquivos