Um templo ortodoxo de 1.800 anos, na província Mugla, Turquia, está prestes a cair em ruínas devido a sua restauração atrasada e negligência. O Ministério da Cultura e do Turismo emitiu as permissões necessárias para a restauração de um pequeno monastério e igreja dilapidados na Ilha Kameriye em Marmaris em 2013. O projeto proposto para a restauração foi aprovado, mas a restauração não começou. Mehmet Baysal, presidente da Câmara de Comércio de Marmaris, disse que havia recursos adequados quando o projeto foi aprovado, mas que eles não tinham a autoridade para usá-los, uma vez que os fundos pertenciam à União de Municipalidades. De acordo com Baysal, devido a problemas na alocação de fundos entre municipalidades diferentes, a questão foi levada ao tribunal e ainda está aguardando uma decisão. De acordo com a mídia turca, o Marmaris Trade Center (MTO) lançou um projeto, em 2010, para abrir a igreja para turismo de fé e casamentos depois da restauração. O projeto para converter o Ilha Kameriye foi aprovado pelo Conselho de Preservação da Herança e Cultura de Mugla.


Fonte: Voz da Turquia. Oriente Médio em foco

 
 

0 comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Postar um comentário


 
 
 

Assine nossa Newsletter

Pesquisar

Arquivos