Santos Padres dos Sete Primeiros Concílios Ecumênicos

No domingo que cai entre 13 e 19 deste mês de Julho, o calendário litúrgico ortodoxo comemora os santos Padres que se reuniram nos Sete Concílios Ecumênicos, ou seja: Primeiro: dos 318 Padres que se reuniam em Niceia, em 325, para condenar Ário que negou que o Filho de Deus é consubstancial ao Pai; os Padres deste Concílio também ordenaram que toda a Igreja celebrasse a Páscoa de acordo com o mesmo cálculo/calendário, seguido até os dias atuais pela Igreja Ortodoxa. Segundo: dos 150 Padres que se reuniram em Constantinopla, em 381, para condenar Macedônio, Patriarca de Constantinopla, que negava a divindade do Espírito Santo. Terceiro: dos 200 Padres que se reuniram em Éfeso, em 431, para condenar Nestório, patriarca de Constantinopla, que considerava Jesus Cristo um mero homem e não Deus encarnado. Quarto: do 630 Padres que se reuniram em Calcedônia, em 451, para condenar Eutyches, que ensinou que em Cristo, depois da Encarnação, havia apenas uma natureza, a divina; e Dióscoro, patriarca de Alexandria, que havia recebido Eutyches de volta à comunhão e deposto São Flaviano, Patriarca de Constantinopla, autor da excomunhão de Eutyches. Quinto: em 553, dos 165 Padres que se reuniram em Constantinopla pela segunda vez para condenar Orígenes e Teodoro de Mopsuéstia, mestre de Nestório. Sexto: em 680, dos 170 Padres que se reuniram em Constantinopla, pela terceira vez, para condenar a heresia Monotelita, que ensinou que há em Cristo uma só vontade, a divina. Sétimo: em 787, dos 350 Padres que se reuniram em Niceia, pela segunda vez, para condenar a iconoclastia.


Ver Suplemento Litúrgico para este domingo AQUI.

 
 

0 comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Postar um comentário


 
 
 

Assine nossa Newsletter

Pesquisar

Arquivos