Photo: Marianne Ejdersten/WCC

Cairo, EGITO, 30 de abril de 2017 — Os líderes de Igrejas, com o Papa Tawadros II e o Papa Francisco, reuniram-se para rezar pelo povo do Egito, por unidade, paz e justiça, na capela dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo no interior da Catedral Ortodoxa Copta de São Marcos, restaurada após ser bombardeada em dezembro de 2016. O Papa Francisco e o Papa Tawadros entraram juntos na mesma igreja onde 29 pessoas morreram e outras 47 ficaram feridas em 11 de dezembro de 2016. No interior da pequena capela, cada um dos oito líderes cristãos estavam sentados diante da da assembleia: Papa Francisco, da Igreja de Roma; Papa Tawadros, da Igreja Copta Ortodoxa de Alexandria; Patriarca Ecumênico Bartolomeu I, Arcebispo de Constantinopla; Papa e Patriarca Teodoro II, de Alexandria e de toda a África; Patriarca Ibrahim, da Igreja Católica Copta de Alexandria; Arcebispo anglicano Mouneer Anis, Primaz da Província de Jerusalém e do Oriente Médio; Patriarca Gregório III Laham, de Antioquia e de todo o Oriente, Alexandria e Jerusalém; e o Rev. Dr. Andrea Zaki, presidente da Comunidade Protestante do Egito e diretor da Organização Evangélica Copta para os Serviços Sociais. Cada um dos líderes leu um versículo das bem-aventuranças do Evangelho de São Mateus. O Papa Francisco e o Papa Tawadros II disseram então algumas palavras em forma de prece, e todos compartilharam um gesto simbólico de paz. Pouco antes da oração ecumênica, em um movimento histórico e significativo para o fortalecimento da unidade dos cristãos, o Papa Tawadros II e o Papa Francisco de Roma assinaram uma declaração comum sobre o sacramento do batismo.


Fonte: WCC

 
 

0 comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Postar um comentário


 

 
 

Assine nossa Newsletter

Pesquisar

Arquivos