Sofia e suas Filhas Fé, Esperança e Amor nasceram na Itália. Era uma viúva cristã devota que nomeou suas filhas pelas três virtudes cristãs. A fé tinha doze anos, a esperança dez e o amor nove. Santa Sofia os criou no amor do Senhor Jesus Cristo. Santa Sofia e suas filhas não ocultaram sua fé em Cristo, mas a confessaram abertamente diante de todos.

Um oficial de nome Antíoco as denunciou ao imperador Adriano (117-138), que ordenou que fossem trazidas para Roma. Percebendo que seriam levadas perante o imperador, as santas virgens oraram fervorosamente ao Senhor, pedindo que lhes desse força para não temerem a tortura e a morte. Quando as santas virgens e sua mãe chagaram diante do imperador, todos os presentes ficaram maravilhados com a compostura. Pareciam ter sido levadas para algum feliz festival, não para a tortura. Convocando cada uma das irmãs, por sua vez, Adriano pediu que elas oferecessem sacrifício à deusa Ártemis. As meninas permaneceram inflexíveis (Siga lendo…)

 
 

0 comentários

Seja o primeiro a deixar um comentário.

Postar um comentário


 
 
 

Pesquisar

Arquivos